• Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas
  • Professores se manifestam contra a falta de  repasse de verbas do Governo de Minas

Professores se manifestam contra a falta de repasse de verbas do Governo de Minas

Mais uma manifestação popular foi realizada em Itabirinha, o ato foi nesta terça-feira dia 21/08 e desta vez umas das áreas mais afetadas com a retenção de verbas pelo do governo estadual, a educação. Professores e servidores da secretaria de educação saíram as ruas para mostras a população a realidade enfrentada neste momento tão difícil e para cobrar do governo estadual o que lhe é de direito, para que suas atividades não sejam interrompidas. O problema afeta além da categoria, alunos que sem aula não tem como completar o ano letivo.  Aconteceu hoje também em Belo Horizonte um protesto organizado pela Associação Mineira dos Municípios (AMM), onde cerca de 500 prefeitos fizeram uma carreata em protesto contra a falta de repasse de verbas do estado para os municípios, de transferências que deixaram de ser feitas para a saúde, do IPVA, do transporte escolar, da Assistência Social e de multas de trânsito, o que, segundo a Associação Mineira dos Municípios (AMM), alcançam um débito de R$ 8,1 bilhões. A partir das 13h, os prefeitos  se concentraram  em frente à Cidade Administrativa e depois, em carreata, seguiram até o Palácio da Liberdade onde fizeram um protesto.

Para apagar o ‘incêndio’, Pimentel sanciona lei que deve destinar R$ 1 bilhão aos municípios

Relacionados