Sobre

PREFEITO DEGO REIS DECRETA LOCKDOWN NO MUNICÍPIO A PARTIR DE SEXTA-FEIRA, 26. MEDIDA VAI ATÉ 3 DE JULHO PODENDO SER PRORROGADA ATÉ O DIA 10


Veja na integra tudo sobre essa notícia.

PREFEITO DEGO REIS DECRETA LOCKDOWN NO MUNICÍPIO A P...

Município acaba de adquirir uma UTI Móvel e finalizou a manutenção do respirador para estabilização e aporte médico hospitalar de pacientes até Mantena ou Governador Valadares

 

O prefeito Dego Reis (PSDB), de Itabirinha, município com 11,5 mil habitantes distante 420 km da capital do Estado, Belo Horizonte, decretou através de uma live, no início da noite de segunda-feira, 22, a instalação de Lockdown a partir desta sexta-feira, dia 26 de junho. A medida seguirá até o dia 3 de julho podendo ser prorrogada por idêntico período. O objetivo é evitar a circulação de pessoas no município nos próximos dias e, assim, diminuir o número de casos positivados de COVID-19 em Itabirinha. Ontem a cidade apresentava 22 casos positivos, 4 curados e dois óbitos.

Acompanhe resumidamente como será o lockdown em Itabirinha:

 

Vedada a circulação de pessoas entre 26.06 e 03.07.2020, podendo se estender até 10.07;

• Exceções: entrega de mercadorias por delivery (entrega em casa ); acompanhamento a consultas e atendimento médico; atendimento em atividades essenciais; saque e depósito de valores; trabalho nas atividades consideradas essenciais.

• Observações: uso obrigatório de máscaras; pessoas com sintomas não podem circular em nenhuma hipótese; que for circular, deve fazer prova do direito ou de sua condição funcional.

• Proibida qualquer reunião pública, inclusive familiares em visitas e religiosas;

• Funcionamento: até 19 horas; bares, lanchonetes e restaurantes até 22 horas; postos de combustíveis até 23h59m;

• Comércios essenciais somente poderão funcionar por meio de delivery (entrega em casa), vedada a entrega e o consumo no estabelecimento;

• Vedada a entrada e saída de pessoas e veículos na cidade, exceto para entrega de produtos dos estabelecimentos essenciais;

• Multas:

• Simples, de 70,00 a 7.000,00 para funcionamento irregular e cidadãos;

• Diária, de 210,00 a 2.100,00 para funcionamento de atividade não autorizada (não essencial) por pessoas físicas, MEI, ME e EPP;

• Diária, de 700,00 a 14.000,00 até outras pessoas jurídicas.

 


Atividades essenciais resumidas:

• Drogarias e farmácias;

• Supermercados;

• Açougues;

• Sacolões;

• Restaurantes;

• Lanchonetes;

• Bares;

• Bancos e similares;

• Internet;

• Copasa;

• Cemig;

• Operadoras de telefonia;

• Transporte de produtos de comércios essenciais;

• Funerárias;

• Correios;

• Radiodifusão e televisão;

• Atividades públicas ou de interesse público.

 

Todas as unidades de Saúde estarão funcionando normalmente na cidade e a referência para cidadãos com suspeita ou que desejam informações sobre o COVID-19 é a Unidade Básica de Saúde da Vila Nova. Casos positivados serão enviados para o Hospital São Lucas, que foi reestruturado para atendimento dos pacientes com o vírus ou suspeitos, afim de que não tenham o menor contato com os usuários do espaço.

Visando oferecer um serviço de qualidade ainda maior, o município de Itabirinha acabou de adquirir uma UTI Móvel que deve chegar à cidade na próxima semana, além de concluir a manutenção de um respirador existente no Hospital local , visando estabilizar pacientes e providenciar o transporte e aporte médico hospitalar até Mantena ou Governador Valadares com maior qualidade e segurança. “Temos nos cercado de todas as medidas de precaução possíveis, desde a entrega casa a casa de álcool gel, máscaras, instalação de barreiras sanitárias, entrega de EPIs aos nossos funcionários da Saúde, diminuição da carga horária do grupo para menor exposição, campanhas diárias nas redes sociais, rádios e carros de rua, visitas incessantes a todos os setores da sociedade e agora tivemos que apelar ao lockdown. A medida é extrema, todos sabemos disso e irá sacrificar a todos por um período, Mas nada é mais importante para nós que a vida de nossos cidadãos, eles sempre estarão em primeiro lugar”, assegurou o prefeito Dego Reis. “E que Deus nos ajude”, concuiu.

 

Mais dois municípios da Assoleste também implementam a ação e expectativa é da adesão de mais cidades da região

 

A Assoleste realizou reunião on-line no último domingo (21) para uma discussão ampla e coletiva sobre a situação da microrregião de Mantena e demais municípios com relação a pandemia do novo cortina vírus.

Foi decretado pela Assoleste Situação de alerta junto com os Municípios devido ao número crescente dos casos e obviamente a necessidade de apoio da sociedade para cumprimento das medidas de restrições já adotadas por várias cidades.

O número de casos das cidades da entidade passam de 150 pessoas infectadas , alguns já curados e outros em isolamento ou internados.

A decisão imediata dos Municipios, Itabirinha , São Félix de Minas e Divino das Laranjeiras foi pelo Lockdown . Os demais municípios presentes na reunião solicitaram prazo até na tarde desta terça-feira para decisão final.

Um decreto foi elaborado pelo Dr. Walassy Magno Feliciano Reis, Procurador do Município de Itabirinha para apreciação do jurídico de cada Prefeitura, como texto base para uma ação coletiva na microrregião.

Os demais municípios que ainda não aderiram farão uma análise jurídica junto dos seus comitês de crise e respectivos advogados .